Lasiommata megera

Lasiommata megera (Linnaeus, 1767)

Classe: Insecta

Ordem: Lepidoptera

Família: Nymphalidae

Género: Lasiommata

Nome-comum: Salta-cercas

Esta espécie distribui-se pelo Norte de África, Europa do Sul e Central, Rússia e Ásia Menor. Em Portugal encontra-se em todo o país e é vulgar.

Esta espécie ocupa habitats diversificados tendo como preferência encostas quentes e secas e orlas de florestas

Os adultos observam-se todo o ano, reproduzindo-se três vezes por ano (3 gerações – trivoltina). Os ovos, brancos ou amarelos com estrias longitudinais e transversais, são postos sobre folhas ou ramos secos. As lagartas são verdes com pêlos finos e curtos e riscas ténues. São diurnas no início e nocturnas no fim do desenvolvimento, e hibernam. As suas plantas hospedeiras são as gramíneas trigo-de-perdiz (Aegilops geniculata), Slipa pennata, Poa spp., panasco (Dactylis glomerata) e Brachypodium spp. As crisálidas, são verdes apresentando, dorsalmente, pontos amarelos e fixam-se  a pedras e a plantas secas.

As borboletas desta espécie apresentam um comportamento de repouso característico ao pousarem sobre superfícies nuas ou no solo com as com as asas abertas em dois terços. Assim, quando os raios de sol incidem directamente sobre o seu corpo absorvem calor e ao mesmo tempo reflectem parte do calor para a superfície atrás das asas, onde descansam. Desta forma elevam a temperatura corporal antes de voarem. No entanto, em climas particularmente quentes este comportamento é evitado para prevenir o sobreaquecimento.

 

Bibliografia:

Maravalhas E, Garcia-Pereira P & Schmitt T. 2003. Monografia (Continente). Família Nymphalidae Subfamília: Satyrinae. In As Borboletas de Portugal. Maravalhas E (ed.). Pp. 296-324.

Redondo V, Gastón J & Vicente JC. 2010. Las Mariposas de España peninsular. Manual Ilustrado de las especies diurnas Y nocturnas. Prames Ediciones. Zaragoza. 405 pp.

Links:

Naturdata

Fauna Europea

EOL Encyclopedia of Life

Anúncios